Cursos

Curso 12 - Performance Como Ensino, Ensino Como Performance: Processos Contra-Metodológicos

Curso 12 - Performance Como Ensino, Ensino Como Performance: Processos Contra-Metodológicos

DIAS: 03 A 05 DE NOVEMBRO- AULAS SÍNCRONAS (HORÁRIO: 09H ÀS 11H)

06 A 15 DE NOVEMBRO- AULAS ASSÍNCRONAS

Ministrante: Eduardo Bruno (ICA/UFPA)

Ementa:

A Performance é um movimento estético e político que, desde a década de 60, vem tomando maior espaço nos debates acadêmicos e artísticos, seja devido a sua potência de contravenção, ou pelo descompromisso com o que historicamente era entendido enquanto arte. Neste movimento, alguns arte-educadores vêm investigando formas de desenvolver processos pedagógicos que sejam possíveis de contemplar o ensino da performance (percurso histórico e prática), sem encara-la enquanto um objeto rígido.

Objetivos:

O objetivo é pensar/criar práticas docentes de/em performance, compreendendo o professor-performer (Naira Ciotti) como um mediador para o ensino transgressor (bell hooks). Sendo assim, o que propomos é assumir o local de risco, próprio do ensino de performance, desenvolvendo, assim, práticas contra-metodológicas que transgridam o modelo de educação hegemonicamente bifurcada entre corpo/mente. Para isto, destacamos a importância de recriar-se pedagogicamente a cada nova experiência., valorizando os encontros das subjetividades e tendo como ponto de partida as dimensões das três ecologias (Guattari), como um percurso gerador do ensino de performance.